29 março 2018

konstandinos kavafis / jura





Jura muitas vezes     começar uma vida melhor.
Mas quando vem a noite     com os seus próprios conselhos,
com os seus compromissos,     e com as suas promessas;
mas quando vem a noite     com a sua própria força
do corpo que quer e pede, para a mesma
alegria fatal, perdido, vai de novo.



konstandinos kavafis
os poemas
I (1905-1915)
trad. joaquim manuel magalhães e
nikos pratsinis
relógio d´água
2005









1 comentário:

Gil António disse...

Olá. Visitando, vendo, lendo, admirando, e gostando muito das suas publicações. Gostei demais dos seus poemas.
.
* Amor: a Incompreensão dos sentimentos *
.
Votos de uma Páscoa muito feliz,
repleta de amêndoas feitas amor
.