26 abril 2022

sophia de mello breyner andresen / é por ti

 
 
É por ti que se enfeita e se consome,
Desgrenhada e florida, a Primavera
É por ti que a noite chama e espera
 
És tu quem anuncia o poente nas estradas.
E o vento torcendo as árvores desfolhadas
Canta e grita que tu vais chegar.
 
 
 
sophia de mello breyner andresen
obra poética I
caminho
1999




1 comentário:

Arthur Claro disse...

Linda poesia.

Arthur Claro
http://www.arthur-claro.blogspot.com