27 setembro 2013

saint-john perse / sexta-feira




Risos no sol,
marfim! tímidas genuflexões, as mãos nas coisas da terra…
Sexta-Feira! Como a folha era verde, e a tua sombra nova, as mãos tão longas na direcção da terra, quando, próximo do homem taciturno, movias sob a luz o esplendor azul dos teus membros.
─ Agora ofereceram-te uma herança vermelha. Bebes o óleo das lâmpadas e corres ao armário da comida; cobiças as saias da cozinheira que é gorda e cheira a peixe; comtemplas no cobre da tua farda os seus olhos que se tornaram falsos, e o teu riso, vicioso.




saint-john perse
imagens à crusoé
elogios
trad. jorge melícias
quasi
2002



Sem comentários: