26 novembro 2013

luiza neto jorge / noite-pétala



Posso estar aqui
eu posso estar aqu perfeitamente pobre
um círio me acendi espora aguda
o vento ritmo negro assassinou-o

posso estar aqui
─  o musgo é lento como a sombra ─
e sei de cór a voz cega das canções
 (viola de silêncio acorda-me)

que eu posso estar aqui perfeitamente pedra
insone
e um longo segredo impessoal
bordando a minha solidão



luiza neto jorge
a noite vertebrada
1960




1 comentário:

Pedra do Sertão disse...

Tão suave esse título. Belo mesmo!

Abraço do Pedra...

Venha nos visitar também:

www.pedradosertao.blogspot.com.br