31 maio 2010

vasco ferreira campos / antes que o verão chegue









Antes que o verão chegue
e as longas tardes
se espalhem pelo coração
e te prendam ao desgaste habitual
toca uma palavra
para que permaneça
na minha boca
onde mais ninguém
possa ficar confundido.
Uma apenas.

E vê como pesa menos sobre o silêncio
a sombra que vais mover.








vasco ferreira campos
a voz à chuva
guimarães
pedra formosa
1996


3 comentários:

Carmem Gomes disse...

Como às vezes uma palavra só nos basta! Beijosss.. muuito lindo!

_Sentido!... disse...

Movi este poema na sombra da palavra!

magnohlia disse...

Também gosto