28 janeiro 2008

errar nos tempos





(46)

Nunca nos detemos no tempo presente. Antecipamos o futuro que nos tarda, como para lhe apressar o curso; ou evocamos o passado que nos foge, como para o deter: tão imprudentes, que andamos errando nos tempos que não são nossos, e não pensamos no único que nos pertence, e tão vãos, que pensamos naqueles que não são nada, e deixamos escapar sem reflexão o único que subsiste. É que o presente, em geral, fere-nos. Escondemo-lo à nossa vista porque nos aflige; e se nos é agradável, lamentamos vê-lo fugir. Tentamos segurá-lo pelo futuro, e pensamos em dispor as coisas que não estão na nossa mão, para um tempo a que não temos garantia alguma de chegar.

Examine cada um os seus pensamentos, e há-de encontrá-los todos ocupados no passado ou no futuro. Quase não pensamos no presente; e, se pensamos, é apenas para à luz dele dispormos o futuro. Nunca o presente é o nosso fim: o passado e o presente são meios, o fim é o futuro. Assim, nunca vivemos, mas esperamos viver; e, preparando-nos sempre para ser felizes, é inevitável que nunca o sejamos.







blaise pascal
pensamentos escolhidos
trad. de esther de lemos
editorial verbo
1972





5 comentários:

alice disse...

o passado é uma coisa que nunca mais acaba. gostei de ler, gil. um beijinho.

marae disse...

Moi bo o blog.

Felicidades dende a Galiza

Bruxinhachellot disse...

Como tenho facilidade de esquecer as coisas já passadas e sempre fico a imaginar como será o dia de amanhã, sei bem o que diz esse pensamento. Caso o presente seja corriqueiro não lhe dou o valor necessário. E quando algo importante acontece damos demasiada atenção.
Ninguém é totalmente feliz no presente, pois se apega a coisas que já foram e se iludem com as que virão. A incerteza do futuro nos faz viver em constante transição entre passado, presente e futuro. Se solbéssemos o que viria a seguir, talvez vivessemos melhor o presente.

Beijos de folia.

Éléphantaire disse...

desde Buenos Aires, qué hermosas palabras. Tan honestas que parecen ficción: nadie se ve lindo cuando se enfrenta al espejo, al menos gran parte de las personas.

Palabras que exigen reflexión. Gracias por ellas.

Quem_Sou_Eu disse...

Reconheço a beleza da nova decoração do blog mas pessoalmente preferia a anterior.

http://trazoutroamigotambem.blogspot.com