10 junho 2007

pour faire le portrait d´un oiseau





a elsa henriques





se quiseres pintar o retrato de um pássaro
primeiro pinta uma gaiola
com a porta aberta.
depois pinta
algo engraçado
algo simples
algo bonito
qualquer coisa útil
para o pássaro.
depois encosta a tela a uma árvore
num jardim
num bosque
ou numa floresta
e esconde-te atrás da árvore
muito calado
sem te mexeres…
às vezes o pássaro aparece logo
mas também pode levar muitos anos
até decidir aparecer.
não desistas
espera
espera durante anos, se preciso for
a pressa ou a demora do pássaro
não tem influência no resultado
do quadro.
quando o pássaro aparecer
se ele aparecer
guarda o mais profundo silêncio
até ele entrar na gaiola
e quando ele entrar
delicadamente, fecha a porta com o pincel
depois
apaga uma a uma todas as grades
tendo o cuidado de não tocar a plumagem do
pássaro
em seguida, pinta uma árvore
e escolhe o ramo mais bonito
para o pássaro
pinta a folhagem e a frescura do
vento
pinta o dourado do sol
e o alarido das criaturas na relva sob o calor do
verão
e depois espera até que o pássaro se decida a cantar
se ele não cantar
é mau sinal
é sinal de que o quadro é mau
mas se ele cantar é bom sinal
é sinal de que o podes assinar
e então arrancas delicadamente
uma pena do pássaro
e escreves o teu nome num canto do quadro












jacques prévert
paroles
trad. g.s.
éditions gallimard
folio
2003




2 comentários:

lena disse...

gil , umas das melhores traduções que já li

parabéns


o meu abraço e vê se vais ver o correio


beijinhos


lena

magnohlia disse...

Pour faire le portrait d´un oiseau, il suffit de l´imaginer...
Belo poema.