04 fevereiro 2014

antonio gamoneda / tenho frio junto aos mananciais




Tenho frio junto aos mananciais. Subi até cansar o
coração.


Há erva negra nas ladeiras e açucenas roxas entre
sombras, mas, - que faço diante do abismo?


Sob as águias silenciosas, a imensidão carece de sig-
nificado.



antonio gamoneda
livro do frio
trad. de josé bento
assírio & alvim
1999




1 comentário:

G. HANOK disse...

O seu site é espetacular!!! Parabéns por essa iniciativa de divulgar mais essa arte das belas-letras que é a poesia! Eu tenho um bloguinho(reinodalira.blogspot.com.br) ficaria honrado se desse uma conferida! Um abraço!