21 maio 2013

josé miguel silva / catorze


  
A alma dum rapaz é naturalmente
fascista. Não se deixa levar
pelo brado da justiça. Conhece bem
as pedras e a força que as anima.
Sabe a que distância um insulto fere bem.
Não precisa de estudar o ADN, a lei
do mais feroz. Esmurra quem lhe foge,
conjuga sempre os verbos no presente,
acende numa sarça o cigarro inicial.




josé miguel silva
vista para um pátio seguido de desordem
relógio d´água
2003


1 comentário:

Angela Closson disse...

Olá! Como vai? Espero que tudo esteja ótimo. Aliás, ótimo como este seu belo blog. Gostei bastante dos seus textos, parabéns! E da legibilidade, da simplicidade e da originalidade do layout também! Espero que continue criando e escrevendo. Seus amigos, na certa, agradecerão e lhe farão cada vez mais elogios. Sei que às vezes parece que um blog é tão difícil de vingar, mas não podemos nos esquecer de que tudo que vale a pena é trabalhoso e leva tempo. No caso de um blog, podem ser anos. Por isso, temos de persistir até dar certo! Farei uma visitinha sempre que puder. E agradeço de coração se visitar o meu blog. Lhe desejo muita felicidade e que seus escritos lhe tragam uma porção de novos amigos! Aproveito e deixo aqui um convite para que visite minha página em http://chintzywag.blogspot.com.br. Comecei a postar há pouco tempo, mas espero que um dia meu blog seja lindo como o seu! Abraços, Angela.