27 fevereiro 2012

helga moreira / canta, embebeda-se pelos bares

  



Canta, embebeda-se pelos bares
ou não se embebeda e só o luar
guarda na mala

ou não canta e tece
pequenos vestígios de fogo.

Recorda macieiras, papoilas,
alguma poeira imperceptível,
febres de verão.





helga moreira
poesia digital
7 poetas dos anos 80
campo das letras
2002



1 comentário:

Débora Sader disse...

Parabéns pelo blog!!! Se quiser conhecer, também tenho um de textos e poesias: www.deborasader.blogspot.com
Uma ótima semana ;)