10 agosto 2009

gil t. sousa / o soar da última neve






7/


o soar
da última neve
aos pés
da rainha negra

retratos
são pedaços de abismo
ou restos
de chão firme

já não há mais nada
nem nos livros
nem nas horas
nem nas vozes

está tudo a arder
como se mais nenhuma paisagem
coubesse
na varanda dos meus olhos





gil t. sousa
falso lugar
2004





4 comentários:

magnohlia disse...

Lindo. :)

Nimue disse...

é interessante
quer ver os meus?

BLOG DA ASPE disse...

Parabéns por seu blog! Um espaço digno de ser visto pelos amantes da poesia!

real republica disse...

"águas das fontes calai
óh ribeiras chorai
que eu não volto a cantar"