16 fevereiro 2017

fernando echevarría / as janelas dão sempre para estarmos



As janelas dão sempre para estarmos
a ver por elas o que não se vê
 – o ponto onde o fenómeno é epifania de acto,
a palpitar por trás no tempo só de ser.

E deitam a crescer de forma tal que quando
vêem melhor, crescer
é, sobretudo, emudecer seu quadro
no pulso imperceptível que toda a ausência tem.


fernando echevarría 
geórgicas
afrontamento
1998




1 comentário:

Milene Cristina disse...

Janelas... Lugar em que os sonhos nos faz suspirar.