21 abril 2008

nesse dia






*

nesse dia ele parecia-se tanto consigo que se confundia,
tal como o dia se confundia consigo mesmo
e a confusão a ambos confundia


*






per aage brandt
livro da noite
trad. maria joão reynaud
poetas em mateus
quetzal
2004





2 comentários:

L. disse...

e deixou de reconhcer a propria voz a propria sombra os cabelos as mãos os dentes

Fe Davidoff disse...

Olá.

Comecei hoje um novo blog com minhas poesias. Adicionei seu link lá, espero que não se importe.

Fique a vontade para visitar e comentar, será sempre bem-vindo.