26 dezembro 2009

heiner müller / anjo sem sorte 2







Entre cidade e cidade
Depois do muro o abismo
Vento nos ombros a mão
Estrangeira na carne solitária
O anjo ainda o ouço
Mas já não tem rosto a não ser
O teu que não conheço





heiner müller
o anjo do desespero
trad. joão barrento
relógio d´ água
1997







1 comentário:

Luiza M. Nogueira disse...

Um bom ano!
E que continue as poesias, os poemas!

Felicidades!